Blog

Reengenharia na Gestão

A  reengenharia criada por Michael Hammer e James Champy na década de noventa, seu principal objetivo é a análise de fluxos de trabalho e processos de negócios na organização.

Esse processo é muito utilizada para a identificação de GAP´s que possam estar acontecendo nas organizações, para identificar onde estão os problemas e sanar o problema no exato ponto onde não está dando certo.

Pense em uma corrida de revezamento com passagem de bastão, agora pense em uma campeonato em que os times preparados para correrem começam a competir, porem em um determinado time, o bastão nunca chega, algo está errado, no processo é preciso voltar atrás e identificar o que aconteceu para que esse problema acontecesse.  É necessário observar todos os pontos do processo, desde o ponto de partida, passando por quem está correndo, o que está calçando e todos os demais detalhes que podem não parecer explícitos a primeira análise. E em muitos casos a empresa acaba descobrindo que fazendo parte do time de corredores acabou contratando um jogador de volêi.

O que estou querendo dizer, não é um demérito ao jogador de volêi, mas sim de que foi contratado para fazer a atividade errada, a sua competência é outra, deveria estar no time de vôlei e não na de corrida de revezamento. Esse é apenas uma alusão as dificuldades que se encontram nas organizações.

Mas a importância da reengenharia na análise dos processos organizacionais, nos ajuda a redesenhar processos,  e envolve readequação nos modelo de gestão, sejam estruturais, culturais, de sistemas de informação ou valores.

Segundo Longaray e Beuren¹ a reengenharia se apoia em três habilidades: os recursos humanos, os processos e a tecnologia da informação. Tais integrantes possuem papel relevante no redesenho dos processos organizacionais, já os autores Morris e Brandon frisam que com a implementação da reengenharia dentro da organização, os colaboradores passarão a trabalhar de maneira diferente da qual estavam acostumados a fazer, recebendo assim novas habilidades e conhecimentos².

A utilização desta ferramenta de gestão deve sempre primar por repensar e reinventar os procedimentos principais da organização, tais como: serviço prestado ao cliente, desenvolvimento de novos produtos, cultura organizacional, etc.. Com o objetivo claro de aumentar a produtividade, através da redução de custos e do aumento do grau de satisfação do cliente.

Quando for implementar a reengenharia em Gestão pense nos principais pontos do processo e principalmente naquilo que não está escrito ou explicito, pois isso poderá fornecer maiores informações sobre o porquê as coisas não estão indo bem.

 

 

Referencias:

¹BEUREN e LONGARAY, A. A. (1998). Reengenharia de processos: Os casos das tintas Renner S.A. e do Grupo Gerdau. Rio Grande do Sul: [s.n.] 1998 páginas;

²MORRIS, Brandon (1994). Reengenharia: reestruturando sua empresa. São Paulo: [s.n.] 8 páginas;

Voltar

 

Compartilhe no WhatsApp